Páginas

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

[Póvoa do Varzim, 29/8/2011]


QUERO pintar contigo a vida de todas as cores!

sexta-feira, 26 de agosto de 2011



[Fátima, 24,25 de Agosto 2011]




Voltamos lá os três juntos...

Desta vez não fui ao colo, como há 23 anos atrás...


Como vos amo.




segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Não, não vou.
Não tenho com quem partilhar a canoa.

domingo, 21 de agosto de 2011

Trovejar

Saio do trabalho,
23h30,
chuva,
estrada molhada,
terra que rescalda (adoro este cheiro de terra molhada),
estrada perigosa,
50Km/h na circular,
vejo relâmpagos constantes,
o trovão...



Chego a casa,
acendo as velas,
não quero ficar às escuras,
como sempre prevenida,
sozinha.

[Não gosto de estar só, quando troveja...

fazer o quê? Nada...lá me aguento]

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Raios partam os fantasmas!!!


[e tem mensagem, não é texto em branco]

sábado, 6 de agosto de 2011

Hoje no parquímetro!

Hoje é Sábado .. e por isso na Fernão Magalhães à tarde, não se paga estacionamento.
Que triste figura eu fiz...e só percebi que a maquina não dava, porque me alertaram.
Ai, que eu ficava ali a tentar e a tentar e a tentar mais e outra vez, até sair o bilhete...

E isto porquê?
Porque trabalho por turnos em qualquer dia da semana...

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Ás vezes choro de alegria, da saudade que sinto....
Quando recordo momentos, quando olho fotos das pessoas que adorei conhecer...
Lá se vai matando a saudade, sempre que dá...

Sou uma chorona!

domingo, 31 de julho de 2011

[Setubal, a caminho de Troia e da Comporta]

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Como sabemos o que é melhor??

Nunca vamos saber o que era melhor...
A vida traça-nos muitos caminhos e apenas um se pode escolher...
é difícil escolher... e ficam sempre muitos "E se...?"...e muitos "Mas porquê..?"

Mais difícil é começar, o novo rumo, adaptarmo-nos...
Talvez eu nunca me sinta bem, talvez me falte sempre alguma coisa...
Mas se não estou bem, vou acomodar?
Talvez um dia tenha de me acomodar a algum lado, e saber que não posso sempre reunir tudo, mas ainda sou muito jovem para ter medo de arriscar...

Mudei, segui outro rumo... e lá vou voltando ao caminho anterior para saborear de vez enquando o que deixei para trás....

Um dia vou perceber o porquê do meu caminho e vou saber que escolhi o melhor...
nunca duvidei disso!

terça-feira, 26 de julho de 2011



E se eu disser que o lugar onde jantei hoje, foi atraído por uma maçã assada como esta???

Adoro maças assadas... mas a desilusão foi tão grande, tinha um sabor a velho. Certamente já foram assadas há muito tempo ou então eram maçãs mais que amarelas, antes de serem assadas.


Não há nada como as maças assadas lá de casa da minha mãe, preparadas por ela e assadas, no nosso fogão ...

segunda-feira, 25 de julho de 2011

In(door) cycling

Tenho de arranjar forma, para ter conforto na aula. O meu rabo deve ser pouco almofadado.-. E o desconforto inicial.... rapidamente se tornou dor.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

De visita...

a acompanhar o meu pai na entrada da nova etapa (esta um pouco melhor)... etapa de vigilância, a marcar passo de 3 em 3 meses... e a correr bem :)
Mas a visita aos meus antigos colegas/amigos de trabalho/amigos Lx's faz-me querer ficar mais, faz-me querer não me ter afastado da cidade...
Adorei estar e falar um pouco convosco, Carlota, Mónica e Inês....
Vim no comboio, mas era eu apenas fisicamente, porque a cabeça, ficou lá... e vinha em pensamento lá....

Preciso que me façam sentir em Coimbra...
Sei que o fazem bem :)

domingo, 17 de julho de 2011

Antena 1

Ao domingo á tarde é musica portuguesa? Não sei, mas esta a saber-me tão bem...
é uma atrás da outra...

:)

quinta-feira, 14 de julho de 2011



Amanha vou fazer uma corridinha no Parque Verde da Cidade!!!

sexta-feira, 8 de julho de 2011

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Andam tantas almas boas..
perdidas e enganadas...
até quando?

sábado, 2 de julho de 2011

sexta-feira, 24 de junho de 2011





Lembro-me da querer vestir as roupas da minha mãe, de desfilar com os sapatos de salto alto folgados nos pés, de usar as sombras e os batons às escondidas...


Agora crescida visto algo que já a minha mãe vestia há 20 e alguns anos atrás... e esse prazer foi enorme...




Festa de anos da Natacha ao tema - Anos 80 ...


segunda-feira, 20 de junho de 2011

A competitividade é muita...
e o perigo pode estar mesmo ao nosso lado,
quando andamos ocupadas com um perigo mais longínquo...

Ja me diz a raquel:
"Põe-te a pau!"

domingo, 19 de junho de 2011

Foi bom, este primeiro dia do ano, na vossa companhia...

Pai e Mãe

:)

sábado, 18 de junho de 2011

Posso começar o ano novo hoje??
Posso deixar para trás o ultimo ano, que não foi nada facil?
Posso? Posso?

Eu acho que posso. Eu quero.
Por isso, se hoje eu começo um novo ano...
posso pedir que este ano esteja concertado,
o erro divino cometido com o meu pai...

Posso pedir mais? Posso?
Não sei se posso, mas abusando
está na hora de receber mais...
Estou certa disso.

terça-feira, 7 de junho de 2011

"Deixara-a ir pela segunda vez, mas sabia que teria outra oportunidade. A avó ensinara-lhe que não havia coincidências. "Há milhões de pessoas no mundo", dissera-lhe, "e os espíritos vêem que nunca temos de nos cruzar com a maioria delas. Mas há uma ou duas a quem estamos ligados, e os espíritos cruzam os nossos caminhos uma e outra vez, dando tantos nós que as apanham e podemos finalmente acertar as coisas."."



Ilusão Perfeita por Jodi Picoult, 2011

segunda-feira, 6 de junho de 2011

"Disso do namorar"

http://cronicasrosacueca.blogspot.com/2011/06/disso-do-namorar.html


Concordo e partilho no meu blog,
talvez se possam identificar e ao mesmo tempo reflectir...
afinal o que se quer, é assim tão difícil saber!!!

[leiam no link]

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Estar de férias e ter um despertador todos os dias às 8h da manhã, "não dá con'ada!"
Tudo porque estão a construir uma casa mesmo ao lado da janela do meu quarto! Então são os barbequins, as batoneiras, as serras eléctricas, as rebarbadoras, as marteladas, os palavrões (ou não estivesse no norte)....
aiiiiiii, que nervos!

Pronto, foi só um desebafo!

quinta-feira, 2 de junho de 2011


Nunca destaquei nenhum livro como estou a fazer com este...Mas na verdade ontem comecei a lê-lo e em dois dias cheguei ao fim... devorei-o completamente como se fosse mesmo uma tablete de chocolate :) ´


Estou de férias e como gosto e costumo ler... fui em busca de um livro... não sei se estava com fome e o chocolate me atentou... mas na verdade optei por este, mesmo considerando que não sou muito fã de romances.... principalmente destes em que tudo é perfeito... em que vem sempre um final feliz "típico" que nos faz sonhar e sonhar...


Mas na verdade, revi-me neste livro... também eu tenho fantasmas de loucura... quando estou com alguém, quando desejo alguém ou quando gosto de alguém...


Também eu, tal como a Amber Salpone, penso em demasia... penso antes de acontecer, penso quando acontece e ainda penso no que vai acontecer....


Também prefiro fugir ... porque é mais fácil em vez de dizer o que sinto "medo"...


Também eu tenho dificuldade em perceber o que esta mesmo ao meu lado e não consigo ver ou opto por não ver "inconscientemente ou talvez não"...

Também me olho e menosprezo, quando olho para as mulheres que são lindas e maravilhosas ao meu lado...

Acho mesmo que fiquei a sonhar e a acreditar que um dia também eu vou ter um final feliz como este e amar muito e ser amada também....

Revi-me em muitos momentos anteriores por mim passados... Em muitos medos por mim sentidos.... E em muitas interrogações que até hoje por mais recalcadas que as tenha colocado... continuam a perseguir-me mesmo naquelas coincidências que a rotina me vai dando...

Já gostei muito, mas mesmo muito... que hoje até chego a pensar se seria gostar ou se seria uma obsessão... mas seja lá como for eu gostei... e a sensibilidade que este livro me despertou, mostra-me que por mais que diga que não.... o passado ainda pertence ao presente... O final... esse é uma interrogação "?"

Ok, só mesmo umas férias sem nada de jeito para fazer!!!

segunda-feira, 30 de maio de 2011

segunda-feira, 16 de maio de 2011

És tão valentão...
gabo-me a falar de ti...

Dói-me tanto quando falas da luta que estás a enfrentar,
sinto todas as vezes um sentimento de revolta, de injustiça da vida para contigo...

Faço-me tão forte quando estou ao pé de ti...
Tantas vezes me falas das tomas, das doses, dos exames, dos efeitos adversos...
e eu triste por ter de te ouvir falar nisso
só tenho vontade de chorar...
Assumo tantas vezes uma postura rigida,
mas só assim consigo contra-balançar o que estou a sentir
e não me derrubar perdida em lágrimas.

domingo, 8 de maio de 2011

"Mística e História...



Para Sempre na Memória"




[Queima das Fitas 2011]

quarta-feira, 4 de maio de 2011

domingo, 1 de maio de 2011

Uma Vez na Vida

"Só acontece uma vez,

não duas,

os momentos

fogem

como ratinhos,

que passam a correr,

a vida demasiado

rápida,

e só para

os mais valentes,

os fortes,

os verdadeiros,

e quando o momento

chega

para ti,

não deixes

que te passe ao lado,

porque num piscar

de olhos,

o amor desapareceu,

o momento morreu,

ficou um toque vazio

na tua cabeça,

o coração saberá

quando o destino

te murmurar

ao ouvido...

oh, não tenhas medo,

amigo adorado,

porque no fim

vale a pena

pagar o preço,

a taxa,

o custo,

quando tudo está perdido,

mas o amor ganho,

quando o verdadeiro amor

chega,

existe

apenas um. "



Por Danielle Stell

sexta-feira, 22 de abril de 2011

"Mas afinal, o que é isso do bem?

(...) a questão do bem e do mal sempre gerou mais perplexidades dos que certezas. O que é o bem e o que é o mal? Todos nós instituímos estes conceitos, mas a sua definição precisa escapa-nos. (...) na verdade o que é o mal? (...) é a incapacidade de nos pormos no lugar do outro."


Pratica-se muitas vezes o mal, porque essas pessoas que o praticam "não conseguem pôr-se no lugar das vítimas, não conseguem perceber a posição delas nem sentirem o que elas sentem. O mal é a incapacidade de imaginar os sentimentos do outro e de os sentir como podéssemos ser nós. (...) O bem é pormo-nos no lugar do outro. E actuar em conformidade, claro."


O Anjo Branco, 2010
José Rodrigues dos Santos

sábado, 16 de abril de 2011

da Serra da Arrábida...





...o resto veio comigo :)


e fotos são fotos... pois tanto eu como toda a gente sabe que a foto recorda, mas nada transmite aquilo que se viu, ouviu e sentiu no momento em que se comtemplava cada pontinho deste lindo panorama...




sexta-feira, 1 de abril de 2011

quinta-feira, 31 de março de 2011

Outro rumo...

A vida é um caminho incógnito que percorremos...
Um caminho que passo a passo nos vai construindo e definindo...
Hoje sou eu que dou mais um passo... mas com ele levo o vosso rasto, noutro passo que antes dei :)

Obrigada por tudo
2011-03-31

[IPOLFG - Lx]

quarta-feira, 23 de março de 2011

Ás vezes ainda penso,
queres mudar de serviço? Vais abandonar uma chefe que precisa de ti?
Claro Bárbara, é fácil dizer que não se faz nada, que não se gosta, que se quer outra coisa...
Então e mudá-lo, fazer do serviço um grande serviço.... tenho tentado mobilizar muita coisa... mas eu não consigo mais... cansei...
Sei a idealização do que se pode fazer, mas não sei o que fazer, como fazer.... e principalmente
PARA QUEM FAZER????

??????

"Muda de vida se não vives satisfeito."

Mas vou ter que mudar outra vez de vida?
Vou ter de ir outra vez atrás de outro rumo?
Medo? Não tenho....
mas apetecia-me tanto que fosse tudo mais simples...


Preciso de me sentir util, preciso de fazer o que sempre quis fazer...
estou cansada de promessas, de supostas previsões...
estou cansada de todos os dias ouvir conversas ainda mais desmotivantes...
exagerada... exigente... ingrata... não sei!
mas sei que não estou bem...

Não estou bem... não me sinto bem... e ainda tenho todo o tempo para pensar que não estou bem...
Há quem esteja pior do que eu? Tenho bem noção disso... pois também eu já tive bem pior!
Há quem queira o meu lugar? Claro que sim... mas só quem está como também eu já estive...

Invejo todos os dias os colegas que por mim passam...
Invejo os procedimentos, as rotinas que os outros fazem...
Anseio poder prestar bons cuidados de enfermagem...
Poder contribuir para melhorar o tanto mal que me dizem existir...
Só quero uma oportunidade!!!

Não são os cafés que tenho tempo para tomar,
não é o acesso à internet exclusivo e abusivo que posso usufruir 8 horas,
não é a hora de almoço extensa....
Só quero uma oportunidade!!!


[Talvez demasiado dramática, mas este canto é meu... e hoje precisava que fosse assim...]
Amanhã vou trabalhar, vou cumprir as tarefas borucráticas, chatas que tenho para fazer...
e vou chegar ao final de mais uma semana em que vou rasgar o canto da agenda... e rodar o mesmo para a semana seguinte...
mas isto vai mudar... porque eu vou fazer mudar...

terça-feira, 15 de março de 2011

O que guardas para mim Vida?
Já estou a ficar pronta para te
cobrar...

quarta-feira, 9 de março de 2011


[Ovar, 2011]

Já há muito que não me mascarava...


e este ano voltei a relembrar essa sensação...


rir, rir e rir muito....


É reencarnar uma personagem


e esquecer por horas


coisas do nosso dia a dia...


quinta-feira, 3 de março de 2011

porque falar com a Dionisia... é a minha terapia...



porque só tu consegues mostrar-me realmente o quanto erro, o quanto fujo, o quanto afasto...


realmente o que é mau? O que é mau para ti barbara? Viver o momento que é bom, mas porque tenho de pensar que é mau? Mas é mau porquê? Mau é subjectivo.... e depois mau nunca é mau se tens vontade de estar também.... Para que pensas? Para que vais contra a tua vontade? ... porque parto sempre do principio que é só má intenção.... E porquê que tem de ser intenção? Porque não é só o momento Bárbara??


Claro que há coisas que acontecem, sem explicação.

Que acontecem porque foi o que deu na telha fazer...

sem lógica alguma.... e daí?

Onde está o problema?

Sim confessa que tens medo de te envolver...

mas se vais estar sempre com esse medo

nunca vais viver a vida como deve ser vivida.



No meu caso, para eu existir não posso pensar. Por isso,

Não penso. Logo existo.

quarta-feira, 2 de março de 2011

A vida é simples.

Nós é que complicamos... inventamos... pensamos em demasia...

porque vou eu pensar no amanha?
para que vou estar a pensar que nao devia estar aqui... mas devia estar ao pé deles?
porque tenho que pensar que um pode ficar só?
porque tenho de pensar que a minha vida devia ser perto da deles pa poder retribuir tudo o que recebi deles?
porque os amo... tenho de fazer a minha vida em função apenas deles?
Ou tenho que procurar construir a minha vida onde ela me agarrar?
Porque estou a achar que estou a ser egoísta?
Estarei eu a ser a filha que eles merecem que eu seja???


Hoje estive asssim o dia inteiro...

terça-feira, 1 de março de 2011

Nada melhor que um passeio no final de um dia de trabalho,
pelo passeio marítimo de Belém,
na companhia de uma amiga...
ao sabor de um capuccino e uma meia torrada...
no sentido de umas boas conversas e risadas.

Acabar mais um dia com um jantar e uma boa Kaffazada...

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Tiago Bettencourt & Mantha - Espaço Impossível



Somos pedras e muitas vezes queremos sentir...
o que se sentiu lá atrás (no passado)

Mas um dia ao encontrar muitos vão fugir...
e por isso vão encontrando para esquecer...

Porque o que foi lá atrás, já não se pode escolher...
Tudo é como tem que ser... a vida flui... e faz-nos crescer.

E não nos podemos prender ao precipício,
porque o perigo é um vício.

Amiga escorpiona :)*

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Amigo. Dedicado. Leal. Atencioso. Ouvinte. Conselheiro. Trabalhador. Presente. Sensível. Companheiro. Conquistador. Bonito. Honesto. Inteligente. Sábio. Disponível. Amável. Teimoso. Cumpridor. Humilde. (...)



E é tão bom... receber força de ti, observar a forma como te recuperas, a forma com que fazes que isso aconteça o quanto antes... e olho para ti e sei que mais que por ti... fazes tudo isso por nós... por mim e pela mãe...
Orgulho-me do auto-controlo que tens no momento... em que o desejo, a vontade de comer todos os alimentos que gostas... é substituído pelo que deves comer...


[Pai]

sábado, 19 de fevereiro de 2011

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011


A vida dá cada "avesso"....

Um dia quando menos esperar volta a encontrar o lado direito.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Apenas duas horas passaram e
já não encontro posição alinhada para o meu corpo...
até parece que estou a chegar ao final de uma semana intensa de trabalho
(como se eu soubesse o que é isso!)

Hoje não conto comboios, pois há greve da CP!
Aguardo a hora do almoço,
onde te vou dar o beijinho do dia,
esperando por mais oito horas passadas...

domingo, 6 de fevereiro de 2011

sábado, 5 de fevereiro de 2011

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

domingo, 30 de janeiro de 2011

E estou com um sentido de boa disposição.

@RFM

sábado, 29 de janeiro de 2011

Nunco mais digo que não tenho sorte.

Estava á uma hora da manha saindo do eixo norte-sul em direcção à praça de espanha, quando na curva para entrar na avenida dos combatentes, o meu carro desliza, perco o controlo da direcção e só nos vejo a dar 180ºc. Ficamos todos bem e o carro não bateu por pouco. E não vinha nenhum carro atrás de nós. Que sorte....

Fiquei parada... sem saber o que fazer, nem estava acreditar que me tinha safo de um grande acidente... Só me diziam: "Baba, tira daqui o carro o mais rápido possível antes que venha alguém..."


Que grande Sorte :)

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Gente mesquinha...
Gente casmurra...
Gente medíocre...
NEM SEI SE ISTO PODE SER CHAMADO DE GENTE.
[Deitaram-me no ninho das cobras... agora já percebo porque me disseram: "Nunca pensei que lá ficasses tanto tempo!". Não fujo, enfrento. E não é esse o motivo de querer fugir, MAS ajuda...]

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

ok já percebi!

aliança. irmandade.
Não sei, mas não me metam nisso....
coisas da minha cabeça? talvez...

Não cresci com sentido de humor,
desde cedo tive que responsabilizar-me pelos meus actos,
desde cedo que tive que pensar nas consequências/benefícios do que fazia.

Cresci sentindo-me um patinho feio, cresci a fugir dos olhares,
a fugir de coisas que tinha medo de ouvir...
coisas da minha cabeça? talvez...

O que sei é que hoje observo, nunca deixando de pensar.
Não sei lidar com determinadas situações, com determinadas conversas...
não sei ser espontânea...

então, de armas na mão sou ríspida...

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Um dia o rapaz "bluejeans" conheceu a rapariga "coradinha"...
e criou-se mais e mais, e cada vez mais e mais o AMOR.
Até que um dia, juntos:
- ela a sofrer por antecipação (mãe)
- ele a planear/pensar sempre n(o) amanhã (pai)
deram origem à Bárbara.

Sou tao igual a estes dois. :)

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

"Sei que Deus não me dá nada que eu não possa lidar. Apenas gostaria que Ele não confiasse tanto em mim."


Madre Teresa
Um dia....
Em breve...
Já falta pouco...



E todos os dias ouço as mesmas promessas,
e todos os dias crio as mesmas expectativas...
e todos os dias vou a baixo no final do dia,
que nunca é o dia que tanto anseio.

sábado, 1 de janeiro de 2011

---» 2011, que aí venha!

Finalmente 2011.
E desta vez começou com cueca preta... lol
Se preto é a ausência de cor, é porque todas as cores são absorvidas, assim entrei o ano a absorver todas...
[Acredito pouco em superstições, mas combinava com o vestido, lol]
Saúde
Esperança
Amor
Trabalho