Páginas

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Acontece.
Aquela necessidade de ver gente e ser vista...
Aquela necessidade de olhar gente bonita e ao mesmo tempo sentirmo-nos pessoas bonitas...
Não concordo que esta necessidade seja uma vontade de alguém convencido...
Acho que qualquer Ego precisa de ser alimentado...
Olhar e Ser Visto, faz as pessoas sentirem-se vistosas, talvez especiais...
Não falo de pessoas que entram num café ou desfilam numa rua de forma e postura pindérica...
Falo daquelas pessoas que na sua naturalidade esboçam um sorriso sereno, um olhar iluminado, um gesto espontâneo, uma voz crédula...
É bom sentir que a naturalidade é observada de forma igualmente natural...
É como se isso tornasse a pessoa mais segura, mais confiante de si.
É bom para o EGO.
[Dionísia, quando quiseres voltamos lá...]

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

óde aos Bombeiros...

ÁH, COMO há COISAS que me REVOLTAM...

Ontem à noite quando saía da minha casa para o meu quintal voltava imediatamente para dentro porque não conseguia respirar... era tanto o fumo que se fazia sentir...
sim, estavam a arder montes aqui bem perto da minha casa...
e mais revoltada fiquei hoje quando ouvi o noticiário a dizer, que bombeiros voluntários de esposende tinha sofrido um acidente em Guimarães na A7, quando se dirigiam para Fafe...
é de ADMIRAR e de LOUVAR a CORAGEM destes homens... a GARRA... de socorrer, de salvar, de proteger...
Força ás famílias, e aos colegas Bombeiros, amigos...


domingo, 27 de setembro de 2009

e hoje exerci um direito e também um dever de cidadã...

pela minha 1ª vez fui VOTAR.

sábado, 26 de setembro de 2009


Nunca nos podemos conformar acomodar, com o adquirido...
temos de ir sempre atrás demais...
investir sempre mais e mais na nossa formação, no nosso crescimento, na nossa manutenção, no nosso amadurecimento........
ao longo dos anos e a todos os níveis...

Uma vez que somos Seres BioPsicoSocioEspirituais.

[estes dias foram assim...]

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

CANSADA

De dar o benefício da dúvida...

por mim chega de hipocrisia...

nem o tempo torna esse cérebro robusto...

eu sinceramente acho que o problema não é meu...


Normalmente as pessoas com o tempo crescem, constroiêm-se, renovam-se...

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Músicas...

São muitas as músicas que nos fazem recordar alguém, algum momento.

Quantas vezes não ouves uma música para vibrar mais um vez com um determinado momento vivido.
Quantas vezes não ouves uma música para novamente ouvir os sorrisos daquela ou da outra pessoa.
Quantas vezes mudas de emissora para não ouvir determinada música associada a determinada conotação negativa.

Hoje senti vontade de ouvir uma música por ti enviada.
Uma música que caracteriza alguém talvez mais cobarde do que eu.
Fiquei na dúvida desde logo, se essa musica teria algum significado para ti...
e se tinha se era o significado que eu estava a ver... e não queria ver...




[gosto mais desta versão alternativa, parece uma música menos triste]

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Força nas palavras.


Bárbara, não te podes esquecer onde deixaste aquilo.
e pronto a Bárbara esqueceu-se.
e se ela tivesse dito assim:

- Vou-me lembrar onde deixei isto.

Bárbara, vai ser cmplicado arranjar trabalho.
e pronto está a ser complicado.
e se ela tivesse dito:

- é fácil arranjar trabalho.

Bárbara, seja lá como for, nem que tenhas de ir para longe.
e pronto, parece que é o longe que a espera.
e se ela tivesse dito assim:

- seja lá o que for, há-de ser em Portugal.


Lembro-me ainda quando ela dizia:
- quero estudar em Coimbra.

não sabia bem porquê, mas era um desejo interno. Claro que a pressão dos pais era Braga, mas a força das suas palavras concretizaram, ela estudou mesmo em Coimbra.

Ao longo da minha vida tenho percebido que as palavras têm muita força sobre nós, temos de acreditar nas nossas frases, nos nossos gritos, nas nossas vontades...
Hoje percebo que ter pensamentos positivos, frases positivas, atraem isso mesmo de positivo que ambicionamos...

e tu acreditas na força das tuas palavras??

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Hoje foi assim.

Porque há dias em que não apetece sair da cama.
Não apetece ver gente.
Não apetece conversar. Não apetece sair de casa.
Não apetece olhar o sol de Setembro.
Não apetece sentir o vento.
Não apetece sorrir.
Não apetece ouvir música.
Não apetece viver.

Porque há dias escuros,
onde não se ilumina o caminho a seguir.

Hoje não sei para onde olhar,
não sei o que ouvir,
não sei para onde ir.

Será esta despedida de Verão que me deixa assim?
Não sei, mas se me sinto assim ainda num Outono que se assemelha a um Verão,
tenho medo da entrada do Inverno.

Quero seguir um Rumo,
vem comigo...
Não quero seguir esse rumo de Alma Vazia...
Só não muda de ideias, quem não as tem.....

sábado, 19 de setembro de 2009

Vontade Vs Obrigação

Não.
estou a falar de uma relação entre duas pessoas que se conhecem progressivamente, que se gostam de conhecer, que sentem prazer na companhia um do outro.
Sim, estar com alguém que te faz sorrir, que te faz rir, que te dá segurança, que te transmite confiança...
sim, ter vontade de estar cada dia mais um pouco, a vontade de não largar...
contar os minutos, as horas, os dias, que faltam para voltar a abraçar aquela pessoa, para a beijar...
ter vonstade de conhecer o mundo daquela pessoa, as histórias que tem para contar, os segredos escondidos, as vivências, as opiniões...
quem já não sentiu isto, viver naquela magia, naquele sonho...

Mas, devido à nossa sociedade talvez, ou mesmo ao pensamento humano, sempre chega a hora do pedido formal:

"queres namorar comigo?"

e quando sentimos tudo o descrevi anteriormente, sem pensar a resposta dele ou dela é sempre a mesma:

"sim."

e depois todas as vontade antes sentidas transformam-se repentinamente em obrigações.
Sim obrigações.
Mesmo que estas não existam, espontaneamente agimos como se existissem.
então, entras numa vida em que deves estar com aquela pessoa, deves ouvir as suas histórias, deves abraçar, deves beijar, deves acompanha´-la e estar presente nos momentos inportantes da vida dela...
parece que o momento começa a ser vivido como obrigação...e todo o encanto se vai perdendo, a magia, o sonho...
Claro, que existem excepções, mas ainda não percebi como no meio desta ambiguidade
VONTADE Vs OBRIGAÇÃO
Talvez o segredo seja viver na obrigação mas com vontade.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Feridas?

sabes aquelas feridas que só o tempo permite a sua cicatrização.
sim, essas feridas no coração.

percebi, que so expondo a ferida
é que podemos perceber se cicatrizou ou não.

e olha hoje digo-te:
"Não ardeu"

logo, cicatrizou...

senti um bocadinho de raiva, mas pelo aparato parvo da situação.
ao que te expões, ao que me expões, ao que a expões a ela, ao que exposeste os meus amigos...

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

[idas ao supermercado..]


Ela sai de casa, não tão produzida como sai para a noite.
Vadia as músicas que passam na rádio e envolve-se com a música, enquanto faz as curvas e contracurvas...
Finalmente chega, estaciona, pucha o travão de mão, sai do carro, tranca a porta...
e rapidamente esmiuça na sua cabeça os pedidos da sua mãe..
Por breves instantes pergunta-se:

"- Quando vou novamente comprar os produtos, os alimentos para mim, para o meu consumo? Preciso disso..."
Entra no supermercado, onde os olhos estão habituados a olhar tanta oferta do mesmo produto, sabe certamente o que precisa, a marca habitual, a quantidade...

Na charcutaria pede o chourição, o queijo e o fiambre... e fica incomodada com o olhar recebido... sente-se a corar... segue com a sua cesta e continua a sentir as suas passadas observadas....
por fim, com todas as comprar acondicionadas na cesta dirige-se à caixa...
e mais uma vez sente-se incomodada..
é revirada de cima para baixo, por um olhar estranho, penetrante, incomodativo...
Coloca todas as compras rapidamente em sacos de plastico, faz o pagamento, espera pelo troco,
e deseja o sair daquela porta, entrar no seu carro, chegar ao seu canto de casa...

Mas como se não bastasse o olhar, recebe ainda um sorriso (até bonito) e um toque estremecedor na mão quando recebe o troco...

Ela até podia achar engraçado todo este momento, e rir-se ao chegar ao carro [pensando da próxima vez junto com o troco ainda recebo um cartãozinho com o seu contacto, gargalhada]
e desejar uma próxima ida ao supermercado.

mas, hoje em dia onde está o profissionalismo?
onde está a lealdade? [sim, vivem relacionamentos]

Mais dois que fazem do género masculino, um género pouco sensato.
Ainda bem há pouco tempo achava uma idiotice, a existências das caixas de supermercado automáticas, sem a necessidade da/o menina/o da caixa,
até porque quanto mais tecnologias, menos é a hipótese de emprego dos jovens desempregados, que parece que não, mas esta alternativa nos supermercados, abarca uma grande quantidade de jovens licenciados sem emprego... Acreditava na importância da simpatia de alguem que por detrás de uma caixa registadora, transmitia ao comprador... Mas hoje em dia está a perder-se este valor... Muitas das pessoas que fazem este trabalho, são pessoas que se sentem frustradas.. o que não é de admirar, certamente não era o que desejavam fazer...
Cada vez é mais comum os antipáticos, os mal educados, os oportunistas, os engatatões... e por aí fora...
Talvez a caixa automática..................

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

sou como a Lua...


"És uma Lua.

porque és feminina e és muito sensível.

Afundas-te muito na escuridão

ora mostras tudo - ora cresces,

ora minguas - ora ficas triste

de não ter o sol.



Achas que estás lá no céu a brilhar sozinha

quando tens tanta estrelinha

ou as mais importantes a brilhar forte perto de ti

e quando tens vergonha,

deixaste tapar pelas nuvens,

pelos maus pensamentos..."
[boa Dani]

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

3m2.blogspot.com

"Espera… ainda não leias.
Já ligas-te a música?
Então liga!
Ah já ligas-te okay ;p
Agora, aprecia a música…
Tens 1 minuto para sentires verdadeiramente o seu significado!
Sente a música…
Vive a música!
Já pensaste que todos caminhamos para o mesmo?
Já acelerou?
Não?
Sente mais um pouco…
Todos vamos ter rugas,
Todos vamos ter momentos de solidão,
Todos vamos morrer!
1min07?
Não? Então espera!
Já está?
Vamos começar!
Lutar!
Querer!
Vencer!
Ir em busca da Gloria.
Alcançar a felicidade.
Todos queremos o mesmo, mas nem todos puxamos para o mesmo.
Porquê?
Aproveita a Vida!
Vive a Vida!
Sente a Vida em ti!
Segue o caminho que queres!
Sente a Liberdade das Tuas escolhas…
Vive intensamente!
Aproveita cada pormenor.
Põe a cabeça fora da janela do carro e grita…
És o melhor!
Sente o bem-estar de estar vivo!
Corre para quem gostas de braços abertos.
Diz o que sentes!
Vive o que sentes.
Dá o que sentes.
Aproveita o que a vida tem de melhor sem hesitar!
Simplesmente…
VIVE!
"

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Bábá **

é curioso como hoje me dou pelo nome de Bábá...
quando penso que há quatro anos atrás não conseguia pensar num diminutivo do meu nome Bárbara...

Tenho saudade de ouvir as vossas vozes a chamarem-me Bábá
Convosco tornei-me a Bábá que sou hoje...
e não me desprendo nunca mais dessa denominação...

domingo, 6 de setembro de 2009

Força... muita FORÇA....

o tempo passa e passa, e os porquês mantém-se nunca percebi porquê,
nem sei se um dia vou perceber porquê...

Mas neste momento... não interessa o que foi, p porquê de como foi...
é importante que somos nós seres humanos mortais e que devemos de ser unidos...
juntar todas as forças para nos mantermos erguidos quando a vida nos aparece mais cinzenta...

Como gostava que neste momento podesse estar aí.. que nada o que aconteceu tivesse acontecido...
estimo-te e estimo os teus... e isso não mudou nestes ultimos 2 anos...
e agora,
não sei se as palavras que usei foram as melhores neste momento...
mas confesso que para mim não foi fácil... dizer o que pouco que disse... tremi.. e exitei muitas vezes... e muito ficou por dizer.... o meu cerebro parou quando ouvi a tua voz...

Mas fui ao teu encontro... porque sei que se para mim foi dificil procurar o teu ser...
Sei que mais dificil situação estas tu a viver...
Não o faço para ser educamente e socialmente correcta...
faço-o por tudo que contigo ... e com os teus... vivi
por tudo o que contigo partilhei, criei...

Força....é o que mais te desejo...

MUITA FORÇA ***

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

O grito da árvore!


- Quem és tu?

- Sou uma árvore perdida na floresta no meio de tantas outras amiguinhas árvores.
- Que fazes nessa floresta?
- Trabalho de equipa com união, dedicação, "audácia" transformando o CO2 em O2.
Juntas damos vida aos pulmões de inúmeras vidas.
Vivemos para viverem.


[A Natureza. Como gostava que fosse prezada e respeitada. Achas que a natureza é tua? Achas que é nossa? E então destruímos o que é nosso? Ai, Ai, Ai... o que vai na cabeça destas pessoas que não conseguem perceber o seu valor. A natureza não é nossa, é emprestada de mão em mão. Hoje está emprestada pelos nossos antepassados, que nos encarregaram de emprestar posteriormente aos nossos filhos, netos, bisnetos.... Se nos entregaram com lindas árvores, lindos campos, lindas florestas... temos de estimar, temos de preservar para devolver da mesma forma aos nossos descendentes...]