Páginas

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Superstições, uhmmmmm


Estou na véspera do novo ano, e ouço muita gente a falar de superstições...
Falam de rituais desta noite e que mais um ano os realizarão,
falam de coisas que devemos fazer para dar sorte,
falam do que não devemos fazer... enfim.

Sou sincera, não tenho nenhum ritual para esta noite, nem acredito nada em superstições, para mim tem de ser uma noite com amigos, festa, música, dança, gargalhadas, brilho, alguns brindes....

Mas lembro-me de um ritual da minha avó todos os anos quando eu era mais pequena e passava o ano novo com a família (a minha avó partia a loiça velha que tinha em casa e substituía por nova no ano que começava).

Bem, estes anos mais recentes e este ano faz sentido sim, uma noite
Mas este ano, convenceram-me com tanta superstição e vou inovar...
Vou dormir a primeira noite em lençois novos, vou comer as 12 passas (mas eu não gosto lá muito das passas, vamos ver!) com 12 desejos e vou ter o cuidado de vestir um cueca de determinada cor.
Pronto!
Se não me posso queixar dos meus anos vividos, este ano que vém ainda há-de ser melhor :P


Bom ano a todos...

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Auto-conceito

Todas as pessoas têm espelhos em casa e ocasionalmente observam-se e auto-criticam-se, é uma actividade que constitui a nossa crítica, da mesma forma que contribui de uma forma positiva ou negativa para a construção do nosso auto-conceito (auto-imagem + auto-estima).É comum que as pessoas, até de uma forma intencional se observem em casa e que de alguma forma se achem um pouco mais fora de forma, ou um pouco menos elegantes....

Já ouvi muita gente dizer que os espelhos das lojas dos provedores de roupa, são detentores de uma capacidade ilusória e sinceramente começo a acreditar que sim! E se esses espelhos estão lá, então as pessoas quando se observam no espelho das lojas, com a roupa à venda, por exemplo, acabam por pensar. "uhmmm fica-me bem, pareço mais magra, mais elegante, bem vou levar esta comigo!

Será uma boa táctica de venda? Pois! E depois quando chegam a casa e se olham novamente ao espelho? Nunca te aconteceu gostar de uma coisa na loja e depois em casa já não gostares assim tanto? Quantas vezes comprastes e depois não te apetece usar mais? Pois.

Nem é só isso... é uma forma de iludir as pessoas. Mas comigo, o pior que sinto às vezes, é chegar a um local destes e ao olhar achar-me demasiado magra, ou demasiado alta....lol

Não sei.... gosto mais dos espelhos de casa...

Sendo ou não diferentes... não sei bem!

2009---» 2010 (Figueira da Foz)

Agora já me garanti, que vou estar presente no jantar, pela primeira vez vou saltar de ano com os meus amigos de Coimbra. Depois de um jantar teremos a primeira noite do ano, toda para nós, para viver intensamente da forma como pretenderemos viver o resto do ano novo :P

Tive de optar mais uma vez em trabalhar ou passar este momento na vossa companhia e tal como no Natal não foi dificil escolher....
Eu até poderia fazer suplicios,
se podesse de alguma forma estar a garantir um futuro,
se pretendesse criar uma boa reputação,
se o dinheiro deste dia fosse de alguma forma mesmo essencial...
Mas neste momento a instabilidade profissional está segura...
e sinceramente ainda sou demasiado nova
para pensar no dinheiro que não vou ganhar nesta noite,
ou no dinheiro que evitava gastar nesta noite.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Aguardo o dia em que entrarás na minha porta e eu não vou corar...
aguardo o dia em que olharei para ti de forma segura...
aguardo o dia em que te ouvirem e responderei sem voz trémula...


Não sei se irei alcançar algum dia...
Mas hoje senti que estou muito longe.


):

e esforço-me para me mostrar bem...
esforço-me para estabelecer uma conversa estável...
esforço-me para te entender e me sentir entendida...
mas as conversas pairam sempre no gozo e na brincadeira...
...

esforço-me para que te sintas acolhido...


[falo em ir para a Madeira, mas acredita que não é a distância que eu procuro... ]

domingo, 27 de dezembro de 2009

Balançando e Expectativando....

Está a chegar o fim de ano, e claro que eu faço um balanço de como foi o ano de 2009
foi sem dúvida um grande ano.
Neste ano conheci novas pessoas, fiz novos amigos, consolidei amizades,
neste ano mais uma vez percebi que a vida é feita para viver, todos os momentos da forma como nos surgem, sem tentar mudá-los, ou pensá-los demasiado...
Houve um dia deste ano que acordei cheia de vontade de dançar, estava a acabar um estagio e ia começar uma nova época de aulas. Da mesma forma sentia que tinha também de começar uma nova era na minha vida, e deixar certos sentimentos para trás, porque me corrompiam todos os dias.... e Neste dia dancei --» lembro-me da música da lambada. Ganhei mais confiança e segurança em mim e disse para mim mesma: "vou deixar as pessoas entrar na minha vida, não as vou afastar ou impedir... chega de me sentir presa a este sentimento"
E FOI NESTE MESMO DIA, que determinada pessoa entrou na minha vida, de uma forma súbtil, foi entrando, e foi tão gradual de dia para dia, que quando me dei conta tinha conseguido ter alguém na minha vida...
Actualmente nem falo contigo, nem sei se estás bem, vejo-te de vez em quando no contexto Noitada ou como estes dias no Fórum...
é engraçado como num ano uma pessoa pode ser tanto para nós e acabar o ano como sendo apenas uma boa recordação...
Neste ano percebi também que a vida passada mal resolvida vem sempre um dia pedir um retorno... Fui capaz de atropelar um passado sentido, deixando-me levar por outra pessoa, pensei que seria a minha oportunidade de fugir a esse passado...
E realmente no momento eu achava que sim... Tinha conseguido...
Mas confesso que neste fim de ano estou a sentir todo o mal que me fiz a mim em passar para trás uma parte da minha vida, uma parte do que sentia... e neste momento essa vida voltou.... e o que sentia também e de uma forma muito mais eruptiva... Como se estivesse fechado a fervelhar á espera de um momento para saltar a tampa... e neste momento fervilha e não tenho mão .... e crio expectativas, e fico mesmo ansiosa quando penso que a vida poderá estar a dar-me agora sim, a minha unica oportunidade....
E da mesma forma, tenho o mesmo comportamento e a mesma atitude de antes e nada faço para mudar.... Mas agora quero começar o ano de 2010 de uma forma genuína de bem comigo... e sei que para isso terei de resolver este passado e olha que eu estou a tentar e vou continuar a tentar mas parace que o tempo não me dá a circunstância que procuro....
Este ano foi também um ano de conquista, acabei o meu curso e fiz todos os meus familiares um pouco mais felizes, especialmente o meu pai e a minha mãe... que mais do que felizes se sentem realizados, orgulhosos, confiantes...
Vivi uma época menos boa depois de acabar o curso á procura de um trabalho, e hoje que trabalho, o que parecia muito tempo á procura nem me parece muito, talvez até tenha sido útil para estar um pouco de volta nas minhas raízes e sentir o que pretendo da minha vida. Actualmente estou a trabalhar na cidade que pensei que tinha ficado na recordação, na saudade e neste momento vivo um bónus de uma vida que vivi durante 4 anos.
Sei que não estou estável neste momento, mas também sei e agora percebo que o importante é não desistir e tentar sempre porque um dia chegamos lá e conseguimos o que menos esperamos.
Foi um ano como sempre que aproveitei o que tinha para viver, o que a vida me dava ou o que eu via a vida dar-me... Dei-me ás pessoas que gosto, recebi muito das mesmas... e chego a um final de ano e desejo um ano novo como este que vivi...
teve altos e baixos... mas no fundo foi um ano que me construiu em grande porte...
Este ano de 2010 é um ano forte para o signo de escorpião... por isso vou entrar com força, sem medo e nem fuga, vou correr atrás do que quero, do que sinto....
Vou continuar a fazer-me uma mulher merecedora da vossa confiança, do vosso amor, da vossa amizade, da vossa dedicação, dos vossos abraços, das vossas palavras, dos momentos partilhados, dos vosso sorrisos, das vossas entregas, dos vossos convites, das vossas propostas, dos vossos concelhos..... de tudo e tudo o que me dão......
e vou retribuir da mesma forma...

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Um bom Natal...


Mais um ano que me encontro com a minha família, junto ao quentinho de uma salamandra, à dedicação da minha mãe, e à boa disposição do meu pai...
E eu levo-me nesta dedicação e nesta boa disposição.


[adorei o vestido surpresa, fazes questão mãe, que eu esteja bonita e mais do que isso que eu me sinta especial...]

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

observar o outro lado...

eu imagino o que é alguém amar alguém e não se sentir amado...
e ainda imagino alguém amar e não ser capaz de dizer que ama...
consigo ainda imaginar alguém que ama e que é amado...

Mas nunca imaginei o que é sentir-se amado por alguém e não amar esse alguém.
Bem, que atitude pode ter e o que pode dar uma pessoa que é amada mas não ama...
pois não pode dar nada e sinceramente não se deve sentir muito melhor do que a pessoa que ama e não é amada....
Aliás, a pessoa que ama normalmente é vista como uma coitada, não tem sorte nenhuma... fogo está a sofrer...
E a pessoa que é amada sem amar é vista como uma má pessoa...
Mas porquê???
Acredito que hajam muitas pessoas por aí que tentam amar quem os ama, mas não é sentimento que se force para acontecer...
Da mesma forma que quem ama, não sabe explicar porquê nem como surgiu,
a pessoa que não ama não consegue saber porque não consegue amar aquela pessoa...

[Texto confuso, mas retrata muitas realidades próximas de cada um de nós...]

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Carta ao Pai Natal


Vou ao shopping e vejo as crianças a procurar-te, todas correm para junto de ti, todas querem uma fotografia e todas dizem onde está a carta escrita para ti, com todos os pedidos.
E tu esboças um sorriso satisfeito.
Ouço uma criança a dizer:

- Mãe, está ali o Pai Natal outra vez, mas como consegue o Pai Natal chegar aqui primeiro que nós quando ele estava lá no outro mercado?
- São as renas, é com elas que o Pai Natal consegue chegar a todas os meninos na Noite de Natal.

Pois, eu já sou crescida e conheço bem a tua realidade Pai Natal, mas desde sempre a soube, os meus pais nunca foram muito de criar fantasia ou manter uma fantasia. Não me consigo lembrar se algum dia acreditei na tua existência, porque a minha memória só chega ao dia que eu já sei que tu realmente não existes.
Parece incoerente dirigir-me nesta carta a ti, se por um lado estou a desmentir a tua existência...

Mas de certa forma, existes no shopping, na prateleira do supermercado, em todas as pessoas que se vestem com a roupa típica de Pai Natal, nas varandas que sobes no cordel de luzinhas...

Bem, podia escrever uma carta e pedir-te muitos bens materiais, mas sinceramente não consigo sequer seleccionar um para a lista... Não tenho tudo não, mas também não encontro nada que realmente me faça falta...

Bem, este Natal peço para passar a consoada com os os meus pais e peço porque agora estou a ver uma alternativa para o conseguir, porque anteriormente nem era capaz de fazer este pedido ou de expor este desejo, porque sabia que ia estar a trabalhar. . .

Como há uma hipótese estou a torcer por ela, já estou a imaginar a expressão deles se realmente me for permitida a passagem da noite de consoada com ELES.
Momentos [Nicola]

Um dia deixo de pensar em ti e parto para outra.

Inês Marques

[Almoço de Natal...]

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Almofada de caroços de cereja

Nesta altura do ano, com muito frio e sozinha em casa, o mais que tudo para mim é mesmo a minha almofada de caroços de cereja.
Aqueço no microondas e levo para bem junto de mim, num edredon bem polar, com um aquecedor e um chá de maça e canela bem quentinho.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Na vida os momentos não acontecem da mesma forma duas vezes...
mesmo que achamos que tudo se está a repetir...
esse tudo nunca é tudo, há sempre algo diferente
que torna o novo momento diferente de um anterior.

E se pensarmos como poderia ter sido,
só nos vamos lamentar,
sentirmo-nos insatisfeitos com o passado,
por isso vamos sim,
pensar como poderá ser agora e depois.

Determinação...

da mesma forma que a admiro... quero cada dia mais ser uma mulher determinada...
quero delinear muito bem o que quero e o que quero lutar...

e não quero ser determinada de uma forma caprichosa... NÃO.
Não quero ter porque toda a gente tem.
Não quero ter como um troféu, ou como uma forma de mostrar que também tenho.

Não.

Quero ter porque sinto que é o que me faz feliz,
porque sinto que é o que me completa,
porque sinto que é o me faz sorrir,
porque sinto que é o que me fortalecerá,
porque é o que preciso para me construir,
seguir e evoluir como mulher.


[tento sê-lo e fazê-lo mas não é nada fácil... fico com vontade de desistir ...]

sábado, 19 de dezembro de 2009

Momentos [Nicola]

Um dia vou conquistar a minha paz de espírito e a minha "liberdade".

Manuela Albertina

[oferecido por Joana Ramos]

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

"Mas, dá-nos alento." [by Ana]

Estou mesmo a precisar de um alento para continuar...
...

[o que vale é que estou a chegar finalmente ao fim de semana tão desejado... vou a fafe no sábado e só volto na terça... vai-me fazer bem receber a terapia familiar...]


tenho a certeza que quando voltar me vou encontrar mais segura de mim.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

domingo, 6 de dezembro de 2009

Descobre as diferenças...

Existem diferenças sim. Mas no fundo é tudo a mesma coisa.

sábado, 5 de dezembro de 2009

Crystalised - The XX




Tu aplicaste a pressão, para me teres cristalizada, e tens fé que eu te poderia trazer o paraíso.
Eu vou perdoar e esquecer antes que seja paralizada, tenho de manter o ritmo para te manter satisfeito. As coisas ficaram mais perto do sol e eu tenho feito coisas em pequenas doses, por isso não penses que te estou a empurrar para longe. Quando tu és a única coisa que eu tenho mantido bem próximo. Tu não te moves devagar, ao tomar medidas em meus sentidos, o som ressoa, eco. Será a lição de afecto. Não. Tu dizes que eu sou tonta por empurrar isto para o lado, (...) As geleiras derreteram no mar (as coisas ficaram mais perto do sol); Desejo que a maré me leve bem mais (e eu tenho feito coisas em pequenas doses); Eu fui abaixo nos meus joelhos (então não penses que te estou a empurrar para longe); E tu continuas a aproximar-te (quando tu és a única coisa que eu tenho mantido mais próximo).

Go slow (com calma.......persistência.... paciência...)

Adorei a música Helena...

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Tenho vontade de ver o teu sorriso a olhar para mim...
e começar a magia assim...
[São os meus segredos...]

Como um turbilhão.


Senti um turbilhão de ideias, desejos, vontades, medos na minha cabeça.
O meu coração, em resposta bateu muito mais à hora que o normal,
a minha bochecha corava constantemente, involuntariamente.

[já senti isto antes, já presenciei isto antes... mas quero que seja diferente de antes.]
ainda consigo sentir o perfume...

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Prometer a mim mesma? lol
farto-me de o fazer por mil e uma razão... e é este prometer a mim mesma que nunca cumpro.....


[rio-me de mim]

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Cansada...

hoje sinto, que o pouco que eu faço é mais evidente do que eu alguma vez poderia imaginar.
CANSEI.

hOJE, prometo-me a mim mesma, que vou seguir em frente como nunca o fiz...
Tanto faz se os meus cabelos são castanhos, ondulados e os meus olhos castanhos...
Sigo... e desta vez sem olhar para trás...
Cansei de chorar... e de lamentar...

(é tudo tão evidente até para pessoas que me conhecem apenas há uma semana... se para ti não é evidente é porque não o desejas, nem o queres perceber...........