Páginas

terça-feira, 9 de março de 2010

Porque há um Presente que me faz reviver um Passado...

[in Chagall]
Eu conheço Amiga essa dor no peito, uma espécie de aperto**, de impotência, um afrontamento de palavras, de planos, de sentimentos, de acções que ficam por dizer, concretizar, expressar, realizar...
É como se te tirem o ar que precisas para respirar...
São aqueles pensamentos em erupção, procurando uma explicação, uma culpa, uma razão...
São aquelas dúvidas:
"Como pode ter mudado tanto o sentimento sentido em relação a mim?"
São inseguranças, pondo mesmo em causa a lealdade de tudo o que se viveu anteriormente, procurando perceber se foi mutuamente genuíno....
E necessitas de uma justificação coerente que te permita dar um novo lugar a esse sentimento forte dentro do teu coração... e confrontas a situação que tem vindo a emergir...
és determinada e insistes em sugar a razão...
Mas pior, é quando do outro lado encontras a cobardia... e acabas sem perceber o porquê do fim. Apenas entendes que da forma que estava não podia continuar, porque só estavas a retirar sentimentos maus na relação que da tua parte se criava em torno de um sentimento bom "o AMOR".
Numa relação torneada pelo Amor, existem dificuldades, dúvidas, medos inseguranças como uns vértices, mas para as ultrapassar é necessário que tanto ela como ele, se unem em volta do sentimento e juntos limem-nos criando lindas arestas, um caminho, uma história....
[Talvez tenha um fim diferente do meu, talvez sejas menos orgulhosa, talvez sejas mais guerreira, talvez ele não seja tão cobarde e confuso, talvez exista um sentimento forte mutuo, talvez Amiga... com tudo isto não te tornes insensível e descrente em relação ao Amor...]
** O aperto no coração vai ficar sempre talvez á espera de alguém que seja capaz de o desapertar novamente... e vais ficar com a sensação que nunca mais vai aparecer alguém com essa capacidade... mas aparece... é nisso que creio!
Sim, vais muitas vezes lembrar o que por momentos objectivaste, vais muitas vezes olhar fotografias antigas, lugares passeados... mas com o tempo... todas estas lembranças se vão espassando no compasso do tempo... até que um dia sem que te dês conta... perdeste a lembrança... e fica apenas uma memória atenuada.... é nisso que creio!

2 comentários:

sexta13 disse...

Viva,

Como eu me identifico nessa tua "Amiga"...e sim, imagens, músicas, pensamentos...vão surgir e emergir várias vezes...e a capacidade de ultrapassar esses momentos está dependente da grande força de vontade de cada 1...e acima de tudo...dos AMIGOS que nos rodeiam...esses sim, são mt importantes para ultrapassar momentos menos felizes da nossa vida!

Quanto ao Amor...bem...no meu caso espero que ele fique "enterrado" durante este ano...mas nc se sabe...e é isso que é interessante na vida..as surpresas que ela nos vai dando :)

Beijoca e espero que esteja tudo bem ctg aí na capital.

Sexta13

Um Caso Raro disse...

Por detras desta palavra - AMOR, existe muitas inseguranças, dúvidas, ...
Já sabemos amiga, não é fácil. Mas, às vezes é necessário nos exprimir ... :)