Páginas

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

para quê fazer tanto mal a outrém??
para quê fazer outrém sentir-se triste, incapaz, desmotivado....
eu aceito bem as críticas, e compreendo-as como um ponto de evolução, crescimento, transformação...
mas se quem está encarregue de o fazer, não vê motivo algum para me fazer alguma crítica
para que vens tu meter-te, se nos cruzamos apenas numa sala em comum, por motivos profissionais....
mete-te em quem te diz respeito....
...
se pelo menos houvesse uma razão lógica para isso
até compreenderia...
PURA implicância...

ás vezes ainda penso que o mal é meu....
e que sou um "frasquinho de perfume" - talvez...
mas, não acredito que me tenha transformado em alguém assim...
aguento e levo com tanto mal em cima de mim, e nem por isso me refufio em queichinhas, ou fazer-me de coitadinha...
se calhar é isso, preferias a minha postura coitadinha....

acho que apesar de tudo, estou demasiado fragilizada....
e começo a dar sinais disso.... ansiedade, insónias, emagrecimento...

QUE MANIA que as pessoas têm de descarregar nos mais fracos,
nos que não têm a ver com o seu mal,

mas, sentes-te melhor. depois???
só me apetece tratar-te por mil e um nomes...
ainda me dás o sorriso de adeus no filnal
de um dia de trabalho...
que cinismo....
e eu na posição que me encontro...
dou resposta ao cinismo....
e cinicamente devolvo o sorriso...

2 comentários:

Carlos Bruno disse...

...preocupante este teu texto!

algumas coisas n podes deixar q influenciem demasiado a tua vida! emagrecimento? cansaço? tem algum cuidado e...
cuida bem d ti =)

beijinho

Carlos bruno disse...

n é facil n como dizes! tenho andado cansado com o EC de comunitaria e a realizaçao em simultaneo da monografia

boa sorte para ti no proximo EC

beijinho*